7 atividades para se divertir em família durante a quarentena

Em meio à pandemia do novo coronavírus, as redes públicas e privadas de ensino acabaram por suspender as aulas, levando para os pais um novo desafio: como entreter as crianças que agora estão em período integral dentro de casa?

Bem, a primeira questão é organizar uma rotina. Para os pais que precisam trabalhar no modelo home office durante o período, é normal recorrer à tecnologia – celular, computador e televisão – para deixar as crianças ocupadas durante o horário de trabalho. Entretanto, as outras horas do dia, e principalmente os finais de semana, são boas ocasiões para programar atividades nas quais toda a família possa se divertir unida.

E se o que falta é criatividade para pensar nas brincadeiras, uma dica é conferir o Manual Brincarte, uma cartilha disponível para download gratuito que, além de trazer informações simples sobre o Covid-19, faz sugestões de atividades lúdicas e criativas para cada dia da semana.

Aproveitando o embalo, nós aqui do Penteadeira também lembramos de algumas atividades que são garantia de diversão! Confira a lista abaixo e depois conte pra gente, nos comentários, qual é a preferida da garotada!

ATIVIDADES PARA SE DIVERTIR COM AS CRIANÇAS DURANTE A QUARENTENA
1) Ensaio fotográfico

Quase todo mundo tem um celular com câmera fotográfica em casa. E esse recurso pode ser muito bem aproveitado para brincar de ensaio fotográfico. A dica para fazer a atividade ser divertida é improvisar cenários com lençóis e tecidos e também caprichar no figurino. Tire do armário as peças mais inusitadas que você tiver e deixe a criançada livre para criar.

2) Acampamento

Improvisar um acampamento no meio da sala é uma ideia que ajuda a deixar o final de semana com cara de diferente. Mais uma vez os lençóis podem ser úteis na hora de criar uma barraca, basta prendê-los com a ajuda de barbantes, cadeiras e o que mais tiver à disposição. Aproveite o clima e, quando a noite chegar, acenda uma lanterna, apague as luzes e faça uma roda de contação de histórias.

3) Desenho em equipe

Essa proposta é fácil e ótima para despertar a criatividade das crianças. Separe materiais de desenho como folhas de papel, canetinhas, lápis de cor, tintas e pincéis. A ideia é distribuir as folhas em branco entre os participantes e pedir que todos desenhem um círculo. Depois, as folhas são trocadas entre os familiares e cada um continua o desenho que recebeu até que seja determinada nova troca. O legal é fazer várias rodadas para ao final se surpreender com os desenhos que foram formados.

4) Cartões para quem está longe

Durante a quarentena muitos familiares e amigos podem estar distantes e tocar nesse assunto com as crianças requer sensibilidade. Para deixar as coisas mais leves, você pode sugerir que os pequenos façam um cartão com as próprias mãos e pensem em uma mensagem para a pessoa querida que está longe. Depois vocês até podem enviar as fotos do cartão pelo WhatsApp.

5) Brincadeira de detetive

Muita gente não só brincou de “quem sou eu” na infância como continua curtindo esse jogo depois de adulto. Funciona assim: os participantes devem estar em roda e cada um precisa escrever em um papel o nome de um personagem da ficção, de um artista ou até mesmo alguém do convívio de todos. Isso feito, cada jogador gruda o papel na testa do participante da direita, sem que ele veja.

A partir daí cada jogador faz perguntas para os outros sobre o que ela é. Por exemplo: “eu sou uma mulher?” ou “eu sou do cinema?”. E os jogadores só podem responder sim ou não. Ganha quem conseguir adivinhar mais rápido.

6) Restaurante familiar

O ato de cozinhar está tão integrado à nossa rotina que muitas vezes nem percebemos o quanto a atividade pode ser divertida. Além disso, levar as crianças para a cozinha pode ajudá-las a descobrir novos sabores e a provar novos alimentos.

Lembre-se apenas de adequar as atividades a cada faixa etária, enquanto os mais velhos podem ajudar a quebrar ovos, por exemplo, os mais novos podem literalmente colocar a mão na massa e moldar biscoitos, espalhar uma cobertura e assim por diante.

7) Horta caseira

O ato de plantar ensina não apenas sobre o ciclo de vida das plantas, mas também sobre cuidado. Sem falar que no geral as crianças adoram mexer com a terra.

Por isso, tirar uma tarde para montar uma hortinha caseira ou uma floreira bem bonita com os pequenos pode ser uma experiência bem bacana. E com o passar dos dias vocês ainda poderão curtir os sabores dos temperos produzidos ou a beleza das flores cultivadas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.