Estou grávida, e agora? Conheça os cuidados no início da gravidez

cuidados no início da gestação

A descoberta da gravidez é um momento de muita emoção mas também de muitas dúvidas. Afinal, é preciso preparar corpo e mente para que a chegada do bebê aconteça da melhor forma possível. Ou seja, passada a surpresa, é hora de pensar nos cuidados no início da gravidez.

Primeiramente, é legal saber que o pré-natal representa uma série de procedimentos realizados em diferentes momentos. Por outro lado, existem também algumas recomendações sobre hábitos a serem evitados logo no início da gestação.

Dessa forma, reunimos aqui as principais recomendações sobre os cuidados no início da gravidez. Confira quais são elas e veja como podem ajudar você a ter uma gestação mais  segura e tranquila.

quais são os cuidados do primeiro trimestre da gravidez

3 CUIDADOS NO INÍCIO DA GRAVIDEZ QUE SÃO FUNDAMENTAIS
1) Procurar um médico de sua confiança

Os cuidados no início da gravidez começam pela escolha de um ginecologista e obstetra de sua confiança. O ideal é que seja alguém com quem você se sinta à vontade para tirar todas as dúvidas. Se possível, tendo em vista a epidemia do coronavírus, escolha um especialista que atenda perto da sua casa.

2) Iniciar o pré-natal

Em geral, na primeira consulta o médico irá realizar alguns procedimentos básicos. Tais como verificação da pressão arterial e sinais vitais, medição da barriga e ausculta do coração do bebê.  

Além do ultrassom e do ecocardiograma, é bem provável que você realize exames de análises clínicas e de doenças infectocontagiosas. Também é comum realizar os seguintes exames nos três primeiros meses de gravidez: investigação de diabetes, pesquisa de bactérias na vagina, anemia, função renal e do fígado, sorologias de hepatites, sífilis, HIV, rubéola, toxoplasmose, Zika e citomegalovírus. 

Outro procedimento comum é o ultrassom morfológico, realizado entre 11 e 14 semanas de gestação, que identifica se o bebê tem alguma má formação genética.

3) Colocar em dia a carteira de vacinação

Também é importante atualizar, ao longo da gestação, as vacinas faltantes, como a da hepatite B e da Influenza A. Outras imunizações podem ser recomendadas pelo médico.

Por falar em prevenção, é importante redobrar os cuidados com o coronavírus. Portanto evite aglomerações, use máscara e mantenha o distanciamento social sempre que possível.

recomendações início da gravidez

O QUE DEVE SER EVITADO DURANTE A GESTAÇÃO
– Bebidas alcoólicas e cigarro

Tanto o hábito de fumar quanto o de beber álcool devem ser abolidos logo após a descoberta da gravidez. Enquanto o cigarro aumenta as chances de aborto e parto prematuro, o álcool pode chegar à placenta e gerar sequelas no feto.

– Consumo de cafeína

Cafés, chás e refrigerantes, e até alguns chocolates, possuem estimulantes que contribuem para o baixo peso do bebê, aborto e parto prematuro. Dessa forma a orientação é reduzir o consumo ao mínimo de doses possíveis.

Muitos especialistas também recomendam cautela no consumo de açúcar, já que a substância pode prejudicar o sistema imunológico da gestante.  

– Ingestão de medicamentos sem orientação

Lembre-se que toda medicação tem efeitos colaterais, portanto não tome remédios sem antes consultar seu médico.

– Realização de determinados procedimentos estéticos

Embora não exista um consenso entre os médicos, alguns procedimentos de beleza não são recomendados durante a gravidez.  Escova progressiva, tintura, uso de cremes com ácido retinoico e depilação a laser são alguns deles.

estou grávida e agora

HÁBITOS QUE CONTRIBUEM PARA UMA BOA GESTAÇÃO
– Alimentação saudável

É importante que gestantes realizem todas as principais refeições do dia, de forma equilibrada e fracionada. Além disso, é recomendável que a grávida passe a ingerir de dois a três litros de água por dia, e não deixe de urinar sempre que tiver vontade, para evitar infecções. 

Pode ser necessária a suplementação de vitaminas e minerais, como ferro e ácido fólico. Entretanto, a recomendação do uso de suplementos cabe ao médico da gestante. 

– Prática de atividades físicas

A prática de atividades físicas pela grávida também passa pela orientação médica. Geralmente recomenda-se que gestantes sigam o ritmo de atividade física que costumavam ter na rotina antes de ficarem grávidas. 

Dessa forma, se a gestante era uma atleta de alto rendimento, na gravidez ela pode continuar praticando as mesmas séries de exercícios, desde que respeitando os limites de acordo com o avanço da gestação. 

Por outro lado, se a mulher era sedentária antes de engravidar, o recomendado é que adote exercícios aeróbicos de intensidade leve a moderada. 

– Cuidados com a saúde mental

Tanto a gravidez quanto o puerpério – período pós-parto – são fases desafiadoras. Embora muitas mulheres passem por esses dois momentos muito tranquilas, essa não costuma ser a regra. Afinal, não é fácil lidar com as alterações hormonais e também com a sensação de não poder controlar a maioria dos acontecimentos.

Por isso, o acompanhamento psicológico pode ser um aliado no desenvolvimento de uma gestação mais saudável e prazerosa para a futura mamãe. Assim, se você sentir necessidade, não hesite em buscar acompanhamento profissional para lidar melhor com essa nova fase da vida.

E então, o que você achou da listinha de cuidados no início da gravidez que selecionamos aqui? Lembre-se que o conteúdo tem função meramente informativa e não substitui de forma alguma as orientações do seu médico. Você quer ver mais temas sobre maternidade aqui no blog? Conta pra gente nos comentários!

___________________________________________________________________________________________________________

* Confira também aqui no blog o post Looks para gestantes: 6 truques de estilo para grávidas.

** Com informações dos sites Bebê Abril e Alô Bebê.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.