Linha Revimel: conheça o alívio natural para irritações respiratórias

Linha Revimel

Enfermidades respiratórias são frequentes com as mudanças bruscas do clima. Isso acontece porque o corpo perde imunidade com as baixas temperaturas e assim pode sofrer com sintomas de doenças como gripes e resfriados. E nessas horas, nada melhor do que poder contar com produtos naturais, como os da linha Revimel, para combater o mal-estar!

Sabe aquele incômodo na garganta que não passa? Ou aquela tosse chatinha que chega quando você menos espera? Pois esses e outros sintomas comuns das enfermidades respiratórias podem ser aliviados com o Revimel da Farmácias Associadas, que contém mel puro em sua composição! Tudo de bom, não é mesmo?

Assim, relacionamos abaixo alguns detalhes sobre a composição dos produtos da linha Revimel para auxiliar você na escolha da melhor forma de aliviar sintomas como tosse e dor de garganta. Ah, e ainda selecionamos 5 cuidados simples para reduzir os riscos de doenças respiratórias no inverno. Confira as dicas e veja como curtir o friozinho sem descuidar da saúde!

Revimel Spray

CONHEÇA A LINHA REVIMEL

Os produtos da linha Revimel da Farmácias Associadas são elaborados com o puro mel de eucalipto, extraído de colmeias fixadas em florestas diversas do Rio Grande do Sul, e estão disponíveis nas versões Revimel Composto e Revimel Spray.

O Revimel Composto possui fórmula sem açúcar, ou seja, todo o sabor do produto provém do mel. Dessa forma, as propriedades alimentares e terapêuticas do mel se mantêm inalteradas. Possui ainda extrato de própolis e extratos vegetais como agrião, gengibre e eucalipto. 

O Revimel Spray também é composto de mel e contém extrato de própolis. Além disso, possui sabor de malva, eucalipto e menta.

Ambas versões auxiliam no alívio dos sintomas das enfermidades respiratórias. Lembre-se apenas de não administrá-las a crianças menores de um ano e de investigar as causas dos sintomas da dor com um médico especializado.

5 CUIDADOS PARA PREVENIR DOENÇAS RESPIRATÓRIAS
  1. Mantenha a ventilação dos ambientes 

Quanto mais ventilado for um ambiente, menor a possibilidade de contrair doenças respiratórias causadas por bactérias e vírus. Nesse sentido, especialistas recomendam manter, sempre que possível, janelas e portas abertas. O importante é sobretudo favorecer a circulação e renovação do ar.

  1. Intensifique a higiene das mãos 

As mãos são uma das principais vias de entrada dos vírus causadores de doenças respiratórias no organismo. Assim, é essencial lavar as mãos, principalmente, antes de se alimentar e preparar alimentos. E também, após usar o banheiro, tossir, espirrar, assoar o nariz, brincar com animais e manusear o lixo.

Se não estiver próximo a uma torneira, e não for possível lavar as mãos com água e sabão, faça a higienização com álcool em gel.

  1. Utilize a máscara adequadamente

A máscara de proteção facial é uma estratégia essencial para a prevenção da transmissão da covid, bem como de outros vírus respiratórios menos graves. No entanto, só funciona quando utilizada corretamente. Dessa forma, a máscara deve estar ajustada no rosto, de forma a cobrir completamente o nariz e a boca. 

  1. Mantenha o corpo hidratado

O hábito de beber água é importante para a hidratação do corpo em geral, e nas estações frias ainda ajuda a manter a boca e a garganta úmidas. Vale lembrar que quando as nossas mucosas ficam mais ressecadas, aumentam as chances de que partículas de poeira e poluição se fixem por ali, o que pode eventualmente agravar quadros de alergia respiratória.

  1. Evite choques térmicos

As mudanças bruscas na temperatura impactam diretamente no funcionamento do sistema imunológico. O choque térmico portanto faz com que a imunidade seja usada para manter a temperatura. Toda vez que isso acontece, diminui o foco no combate a doenças. 

Por isso, busque fazer transições suaves entre ambientes com diferentes temperaturas e siga o bom e velho conselho familiar: não esqueça de sempre levar consigo um casaquinho!

Curtiu as dicas que selecionamos? E a linha Revimel da Farmácias Associadas, você já conhecia? Conta pra gente nos comentários!


* Confira também aqui no blog o post Como aumentar a imunidade na troca de estação? Confira as dicas!.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.