Sono do bebê: confira as dicas para uma noite tranquila

O sono do bebê é sempre um assunto que dá o que falar entre mamães e papais. Afinal, é normal que bebês recém-nascidos durmam mais durante o dia e despertem na madrugada para mamar. Isto porque o ciclo de sono-vigília deles é desorganizado e amadurece conforme o desenvolvimento e as rotinas de higiene de sono.

Nos primeiros três meses de vida o sono costuma vir em ciclos de três a quatros horas, independente de ser dia ou noite. É só lá pelo quarto mês que muitos bebês passam a dormir a noite inteira. Entretanto, não é da noite para o dia que o sono fica totalmente regulado.

A boa notícia é que, de acordo com a Sociedade Brasileira de Pediatria, existem algumas medidas simples que podem auxiliar os recém-nascidos a dormirem melhor durante a noite! Confira as dicas que selecionamos e veja como elas podem ajudar o sono do bebê! 🙂

sono do bebê

DICAS PARA MELHORAR O SONO DO BEBÊ

1) Determine uma rotina para os cochilos do dia. Procure estipular um em cada período do dia, preferencialmente curtos e não muito próximo do final da tarde para não atrapalhar o sono noturno;

2) Tente manter um mesmo horário para dormir e despertar todos os dias;

3) Durante o dia, deixe o ambiente claro, com sons e movimentos da casa. À noite, utilize luz suave e mantenha ambiente calmo, favorecendo a identificação do diferencial entre os períodos do dia;

4) Também é legal ter uma rotina diária pré-sono, como uma massagem, música relaxante ou qualquer outro ritual que sinalize para o bebê que está na hora de dormir;

5) O banho com temperatura amena pode ser uma boa ideia de rotina pré-sono. A água morna provoca a dilatação dos vasos e consequentemente a redução da temperatura no cérebro, fazendo uma indução do sono;

6) Evite estímulos com barulho e agitação pelo menos uma hora antes do horário de dormir. O mesmo vale para os aparelhos eletrônicos. A frequência de ondas e luminosidade das telas altera a qualidade do sono, diminuindo seu efeito reparador.

QUANTAS HORAS DE SONO CORRESPONDEM AO IDEAL?

O tempo de sono ideal para bebês e crianças é muito particular, visto que cada indivíduo possui o seu próprio ritmo. Dito isso, a SBP – Sociedade Brasileira de Pediatria considera como necessidade média os seguintes períodos, de acordo com cada faixa etária:

  • 4 a 12 meses :12 a 16 horas de sono (inclui os cochilos do dia);
  • 1 a 2 anos: 11 a 14 horas (inclui os cochilos do dia);
  • 3 a 5 anos: 10 a 13 horas (inclui  os cochilos do dia);
  • 5 a 12 anos: 9 a 12 horas; 
  • 13 a 18 anos: 8 a 10 horas.
BERÇO OU CAMA DOS PAIS? EIS A QUESTÃO

Assim que possível é aconselhável que a criança tenha seu espaço definido na hora de dormir, ou seja, o seu quarto e o seu berço. 

A escolha pelo quarto do bebê na hora do sono está ligada à segurança materna em deixá-lo dormir em outro espaço. Mas deve-se levar em consideração possíveis agravos que o bebê tenha apresentado na maternidade, clima frio e frequência de mamadas.

dicas para o bebê dormir melhor

Muitos pais às vezes consideram a praticidade da cama compartilhada. Entretanto, a SBP alerta que a cama compartilhada entre pais e bebês aumenta consideravelmente o risco de quedas e sufocamento dos pequenos. Sabemos que este momento de receber um filho é muito esperado, mas pode-se transmitir amor, afeto e segurança sem colocar em risco a criança. 

O ideal é que o bebê seja colocado no berço ainda acordado. Caso o pequeno desperte na madrugada, verifique fraldas, temperatura e evite levá-lo para a sua cama, ficando portanto no quarto até que ele se acalme. Dessa forma, a criança aprenderá a dormir sozinha com segurança, para quando despertar à noite, sentir-se tranquila e capaz de adormecer novamente por si só. 🙂

E então, o que você achou das dicas que selecionamos? Como funciona a rotina do sono do bebê aí na sua casa? Compartilhe sua experiência conosco nos comentários!


* Com informações de Sociedade Brasileira de Pediatria.

** Confira também aqui no blog o post 7 dicas para trocar a fralda do bebê com praticidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.