Vacina contra coronavírus: quais cuidados manter após a 2ª dose?

vacina contra coronavírus

A vacina contra coronavírus começou a ser distribuída no Brasil ainda no mês de janeiro deste ano. De lá para cá, embora a vacinação pareça avançar a passos lentos, cada vez mais pessoas próximas de nós estão recebendo a imunização

Nesse cenário, uma série de questionamentos podem surgir, tais como: em quanto tempo a vacina começa a fazer efeito? A primeira dose já garante proteção? Quem se vacinou precisa continuar usando máscara de proteção facial?

Assim, pensando nas principais dúvidas que costumam surgir em relação aos cuidados pós-vacinação, reunimos algumas informações para ajudar você e sua família a seguirem protegidos contra a Covid-19. Confira quais são elas e vamos seguir juntos na batalha contra o vírus! 

cuidados pós vacinação

PRINCIPAIS DÚVIDAS SOBRE A VACINA CONTRA CORONAVÍRUS

Notícias falsas podem se espalhar mais rápido do que o próprio vírus e ser tão perigosas quanto ele. Muitas informações imprecisas geram pânico ou o afrouxamento das medidas de prevenção e prejudicam o combate à pandemia. Por isso, é importante buscar informações em fontes oficiais e confiáveis.

Para responder as questões sobre a vacina contra coronavírus, por exemplo, buscamos as orientações da Organização Mundial da Saúde. Além dos tópicos que relacionamos abaixo, você pode buscar mais informações diretamente no site da Organização Pan-Americana da Saúde.

1) Quanto tempo após tomar a vacina uma pessoa fica imunizada contra a COVID-19?

Para estimular a imunidade da pessoa contra o vírus, as vacinas que estão sendo aplicadas no Brasil precisam de uma segunda dose. Além de um período de tempo para que o organismo dê uma resposta imunológica protetora. 

Cada vacina tem orientações específicas, mas geralmente isto acontece após 10 a 20 dias depois da segunda dose.

2) Uma pessoa que já teve COVID-19 precisa ser vacinada?

Sim. A vacina pode oferecer uma imunidade mais duradoura e trazer mais benefícios em relação à  imunidade natural. Assim, as pessoas devem se vacinar independentemente de já terem sido infectadas ou não pelo novo coronavírus.

3) As vacinas contra a COVID-19 podem provocar algum efeito colateral? 

Durante a fase de testes das vacinas aplicadas no Brasil não foram detectados efeitos adversos graves. Em geral, as vacinas podem provocar vermelhidão e dor no local da aplicação e, às vezes, febre baixa. Essas reações leves costumam desaparecer em poucos dias.

vacinação contra covid cuidados após a segunda dose

4) Posso tomar uma dose de vacina de um laboratório e receber a segunda de outro? 

O período desde o início da pandemia e o advento das vacinas é muito curto. Por isso, ainda não existem evidências sobre intercâmbio das vacinas no processo de imunização. Em princípio, se a vacina exige duas doses, estas devem ser da mesma vacina.

5) Posso pegar COVID-19 por causa da vacina?  

O vírus utilizado nas vacinas é inativado – ou seja, não está vivo. Dessa forma, não é possível que uma pessoa se infecte com a COVID-19 por causa da vacina. 

6) Por que mesmo tomando a vacina é preciso continuar seguindo as medidas de saúde pública?

As medidas de higienização das mãos, distanciamento físico e uso de máscara devem permanecer por um bom tempo. Afinal, vacinados podem desenvolver apenas casos leves da doença, mas ainda assim contaminar outras pessoas. Assim, a OMS recomenda que as precauções contra a transmissão da COVID-19 sejam mantidas mesmo por quem já estiver vacinado, até que as pesquisas sejam conclusivas. 

Portanto, todas as pessoas que tomarem vacinas precisam continuar mantendo todas as medidas de prevenção – como distanciamento físico, uso de máscaras e higienização das mãos.

E então, ficou com alguma dúvida em relação à vacina contra coronavírus? Quer ver mais conteúdos sobre Covid-19 aqui no blog? Deixe sua sugestão nos comentários!

___________________________________________________________________________________________________________

* Confira também aqui no blog o post Testes de Covid-19: conheça os tipos e as diferenças entre eles.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *